Atualização: Heraclides anchisiades capys

By | 07:35:00 Leave a Comment
Com esse lance de carnaval, feriado, etc, fica um pouco mais complicado de trazer fotos e posts novos relacionados ao meu estágio, pois o borboletário não funciona em fins de semana e feriados, acabamos por emendar tudo e por esse motivo houve o atraso no diário. De qualquer forma, aqui está a atualização.
Como havia dito para vocês na minha primeira postagem sobre essa espécie (você pode ver clicando aqui), ainda não tinha fotos de algumas fases, então estou fazendo essa atualização de post para mostrar para vocês a fase larval (lagarta) e a pupa! Infelizmente ainda não consegui um clique dos ovos, mas assim que possível farei uma nova atualização para deixá-los por dentro de tudo.
Lagarta com cerca de 20 dias de vida.
Não adianta, para mim não existe uma espécie mais incrível que essa. As lagartas possuem cores bem características que auxiliam na camuflagem, dificilmente você verá logo de imediato que tem uma dessas em um galho, por exemplo. Por isso é que sempre digo, um biólogo precisa ter um olhar bem atento.
Pupa.
Assim como a lagarta, a pupa da H. anchisiades capys permanece com os mesmos tons e se esconde sem dificuldade nessa fase. Afinal, se não conseguir se camuflar, seria muito difícil de chegar à fase da borboleta adulta, até porque elas não conseguem se defender e precisam de características bem marcantes como essa para não virar alimento de um predador.
Além das cores e da fácil camuflagem, essa espécie tem uma característica ainda mais interessante! Elas possuem uma estrutura chamada osmetério e, quando ameaçadas, liberam um cheiro fétido muito forte que, se nos incomoda, imagina os predadores?! É como se mostrassem que não devem ser ingeridas, que são tóxicas, ou algo do tipo. Vale lembrar que não é a única espécie que possui essa estrutura, existem outras de gêneros e espécies diferentes que também possuem. A estrutura da qual vos falo, é essa aqui:
Lagarta da espécie Heraclides thoas exibindo o osmetério. Foto.
Infelizmente não tenho uma foto da H. anchisiades, então encontrei essa na internet de uma lagarta do mesmo gênero. Essa estrutura não fica o tempo todo à mostra, apenas quando se sentem ameaçadas e precisam se proteger de algum predador. Legal, né?! Não aconselho ninguém a tocar nisso, pois o cheiro que fica na mão demora pra sair e incomoda muito!
Em breve pretendo fazer outro post sobre essa espécie, com algo ainda mais curioso sobre elas. Espero que tenham gostado.



Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial